Por necessidade ou até mesmo por capricho, são várias as razões que levam cada vez mais portugueses a fazer uma Cirurgia Estética, na busca do corpo ideal. Esta tendência que primeiro se implantou nos Estados Unidos e em vários outros países europeus chegou para ficar em Portugal. Isto acontece principalmente por diferenças culturais. Em países como o Brasil e os EUA existe uma procura aberta pelas cirurgias plásticas e chega mesmo a ser sinal de “status” social, enquanto em Portugal as pessoas preferem não dar a conhecer (esconder), embora se estejam a tornar cada vez mais comuns. Uma cirurgia estética ajuda as pessoas a sentirem-se bem consigo mesmas e com o seu corpo, melhoram a autoestima e a qualidade de vida geral. e geralmente é mesmo a única solução eficaz

A tomada de decisão de uma cirurgia plástica não deve ser feita de ânimo leve. O cirurgião deverá aconselhar “bom senso” a quem procura o bisturi e manter presente a ideia de que a cirurgia estética não é como ir ao cabeleireiro. Embora cada vez mais as cirurgias as cirurgias são consideradas seguras e baratas devido aos avanços na medicina, e nesse sentido Portugal não foge à regra.

Despois de toda a fase de eleição da clinica indicada para a realização da tão desejada cirurgia, vem a preparação para o grande momento. Faça os exames prévios de sangue e eletrocardiogramas, para além dos outros pré-operatórios comuns para saber se o seu corpo está saudável para ser operado. Informe também o seu médico sobre qualquer doença crônica que tenha. Evite fumar pelo menos um mês antes da cirurgia, porque pode prejudicar a cicatrização e a recuperação. As bebidas alcoólicas também são proibidas até uma semana antes. Tente fazer tudo com antecedência: organize a sua agenda, considerando o período de repouso; compre tudo o que seja necessário para ajudar na recuperação; faça a mala com tudo o que irá precisar, documentos, os resultados dos exames e pelo menos uma troca de roupa, de preferência confortável, e avise também os seus familiares. A ajuda deles será elementar no pós-operatório.

Uma alimentação cuidada também será imprescindível antes e depois da cirurgia, no entanto não é aconselhável uma dieta de emagrecimento durante a recuperação. Evitar alimentos muito condimentados, com muito sal, temperos prontos, enlatados e em conservada por duas semanas antes e depois da cirurgia,  ajudará na diminuição do edema no pós-operatório. Evite também consumir carnes vermelhas e opte por peixe e carnes brancas. É fundamental também cortar com bebidas gaseificadas, álcool, café, chá preto, chocolate, mate, e outras que contenham cafeína, nas 48 horas anteriores à operação.

Mas e hoje, com o avanço das técnicas, há já muitas cirurgias que são de âmbito ambulatório, isto é, sem internamento, sem cuidados especiais, e há ainda algumas em que não há sequer tempo de recobro, com a paciente a sair e voltar às suas rotinas diárias imediatamente a seguir à cirurgia.

WordPress Lightbox Plugin