PRP – Plasma Rico em Plaquetas

O Plasma Rico em Plaquetas tem sido reconhecido pela ciência médica pelas suas magnificas propriedades de cicatrização de tecidos. É hoje usado largamente em todo o mundo por diferentes especialidades médicas que incluem a ortopedia, Dentária, Cirurgia Vascular, Cirurgia Plástica, entre outras.
Em mecidina estética e recentemente, este tratamento chegou até nós com resultados muito promissores. O Plasma Rico em Plaquetas pode assim rejuvenescer a nossa pele, estimulando a mudança gradual e natural da aparência do nosso rosto.

PRP – Medicina Regenerativa

prp

  • Bioestimulação celular
  • Divisão celular
  • Regeneração dos tecidos
  • Fatores de crescimento celular
  • Em apenas 3 sessões
  • Em apenas alguns minutos

O que é o PRP (Plasma Rico em Plaquetas)?

Juntamente com as células vermelhas e brancas do sangue, o nosso sangue contém também plaquetas. Estas plaquetas contêm fatores de crescimento que estimulam os tecidos do corpo a produzir novas células. Para obter este PRP, uma enfermeira ou médico retira cerca de 20-60 ml de sangue do nosso braço para um recipente teste de sangue. Este recipiente teste é depois colocado numa especifica centrifugadora, que durante cerca de 15 minutos, vai separar este sangue, obtendo-se desta forma um tecido sob a forma de liquido de 4-10 ml de Plasma Rico em Plaquetas. Este PRP é depois injetado por meio de uma agulha muito fina na área de tratamento.

Como funciona?

O plasma rico em plaquetas promove o aumento de fatores de crescimento celular que vão estimular a proliferação e diferenciação das células cutâneas epidérmicas, suportam a síntese de colagénio e promovem a síntese de matriz extracelular. As plaquetas interagem com as células locais enviando sinais para a sua divisão, migração e proliferação. Há por outro lado e também a tração das Células Estaminais, que dão origem a todas as outras constituintes celulares de uma pele nova e saudável.
Quando o PRP é usado em tecidos com danos provocados pelo sol ou pelo tempo, induz o remodelamento dos tecidos e torna a pele do nosso rosto mais saudável e mais jovem.

Quem pode beneficiar deste tratamento?

Este é um tratamento que na Extensão Médica aconselhamos a todos os pacientes que procuram soluções para problemas de rugas, flacidez cutânea, sulcos e linhas, e de forma geral tenham uma pele menos saudável.
Os resultados mais acentuados deste tratamento, podem observar-se no rosto em geral, e especificamente nas áreas das faces, dos olhos, pescoço e decote.
Este não é um tratamento para substituir uma cirurgia para eliminação de pele, como é o caso da blefaroplastia por exemplo, e outras cirurgias, que são seguramente mais apropriadas.

Quantos tratamentos fazer?

Em Medicina Estética o PRP é um tratamento feito usualmente em três sessões, com um intervalo de tempo geralmente entre 1 e 3 meses.

Os resultados são rápidos?

Os primeiros resultados são geralmente observados durante a primeira semana. Mas este é um tratamento com um processo gradual de mudança contínua a observar durante três a seis meses, após o tratamento com Plasma Rico em Plaquetas.
Por isso e para aplicações em medicina estética, é recomendável esperar três meses ou mais, e preferencialmente após a terceira sessão de PRP, antes de fazermos conclusões finais aos resultados obtidos. E alguns pacientes irão aliás observar mais mudanças por mais três a seis meses após o último tratamento.

Qual o tempo de duração?

Neste momento o efeito parece ter a duração de cerca de dois anos. Obviamente haverá variações em cada um de nós. Inicialmente sentimos que os efeitos e tempo de duração beneficiava mais os pacientes com células jovens. Mas com a terapia de Plasma Rico em Plaquetas, como acontece nos tratamentos com lasers não ablativos, os efeitos podem ser muito bons em pessoas com pele mais envelhecida.

Podemos repetir o tratamento?

Não há nenhuma razão por que a terapia PRP não possa ser repetida. Por estar a usar o seu próprio tecido sanguíneo não há problema para o seu uso continuado. Os pacientes podem realizar um tratamento diário anual para impulsionar e aumentar o efeito do conjunto inicial de tratamentos.

Há efeitos colaterais?

Haverá alguma vermelhidão e pontos vermelhos de curta duração consequentes das injeções de Plasma Rico em Plaquetas. Os hematomas são também possiveis já que a agulha é usada para introduzir o PRP dentro da pele, e neste caso, se tal acontecer, poderá permanecer por uma semana ou pouco mais até desaparecer.
Em casos muito raros, pode esenvolver-se uma infeção da pele, que poderá neste caso ser tratada com antibiótico e compressas frias.
Não há o risco de reações alérgicas ou imunitárias já que esta terapia utiliza o nosso próprio sangue.